CD CURUPIRA

Home O Trio André Marques
Tuesday 21st of February 2017
André Marques E-mail

André Marques

(piano, escaleta, flautas, rabeca, percussão)

 Nascido em São Paulo e residente na cidade de Sorocaba-SP desde 2002, iniciou-se    na música aos onze anos (1986), estudando piano erudito, passando depois para o piano popular no Conservatório Wilson Cúria, e posteriormente no CLAM, com Amilton Godoy (pianista do Zimbo Trio).
Começou profissionalmente em 1992, em gravações de jingles para publicidade, além de participar de vários festivais, ao lado de Natan Marques, seu pai, dentre eles o festival de Avaré de 1993, de onde saíram vencedores com uma música de Natan (Meninos).
Em janeiro de 1994 ingressou no grupo de Hermeto Pascoal com quem já excursionou por todo o Brasil, Europa, EUA, Japão, África do Sul, México, Caribe, Argentina, Colômbia, Chile e Uruguai, e com quem toca até hoje, participando de grandes festivais de música e tendo sua atuação comentada em jornais como “The New York Times”(EUA) e “The Guardian”(Inglaterra). Em 2002, gravou seu primeiro CD como integrante do grupo de Hermeto, o CD “Mundo Verde Esperança”, com o qual ganhou, juntamente com os outros músicos do grupo, o prêmio TIM (antigo prêmio SHARP) de melhor grupo musical do ano, além de uma indicação para o Grammy.
Em 2004 teve a sua música “Serpente”, gravada no CD “Revoada”, do saxofonista Vinícius Dorin, CD que também teve sua participação como músico em 3 faixas.
Em novembro de 2006, participou de um importante projeto realizado na cidade de São Paulo, o projeto “Obra Viva – Homenagem a Tom Jobim”, convidado pelo SESC Pompéia, onde fez a direção musical e todos os arranjos que tiveram como intérpretes: Danilo Caymmi, Rosa Passos, Elza Soares, Thalma de Freitas e Max de Castro. Em julho de 2009, foi o diretor musical e arranjador do projeto "Trilhando", também no SESC Pompéia, projeto que teve como repertório, músicas dos filmes de Carlos Reichenbach, todas arranjadas por André, e que teve as participações de Nelson Ayres, Simoninha, Fafá de Belém e Gabriel Levy.
Atua como professor, desde 1995 e hoje leciona no Conservatório Dramático e Musical de Tatuí-SP, além de dar oficinas musicais por todo o Brasil (São Paulo-SESC Vila Mariana, Curitiba, Ouro Preto, Joinville, Tatuí, Bauru, Botucatu, entre outras). De uma dessas oficinas nasceu a Vintena Brasileira, uma pequena orquestra de vinte músicos que lançou em 2008 o seu primeiro CD “De Baque às Avessas”, e teve uma turnê pelo interior de São Paulo patrocinada pela Petrobrás. Também lançou nesse ano seu primeiro CD de piano solo, intitulado “SOLO”.
André Marques, além de todos esses trabalhos, também teve participações ao lado de grandes nomes da música como Hermeto Pascoal, Vinícius Dorin, Márcio Bahia, Itiberê Zwarg, Fábio Pascoal, Natan Marques, Arismar do Espírito Santo, Jane Duboc, Luciana Souza, Roberto Sion, Gabriel Grossi, Daniel Santiago, Thiago do Espírito Santo, Arrigo Barnabé, Danilo Caymmi, Yamandú Costa, Izabel Padovani, Dominguinhos, Elza Soares, Thalma de Freitas, Renato Teixeira, Nenê, Célio Barros, Mestre Salustiano, Hamilton de Holanda, entre outros.
Ao lado do grupo de Hermeto Pascoal participou em jam sessions com Steve Coleman, Gilberto Gil, Nana Vasconcelos, Jair Rodrigues, Heraldo do Monte, Carlos Malta, Luis Salinas, entre outros.